Artigos e notícias

NEWS

Conheça as previsões de empresa americana para a Telemedicina em 2018

18 de janeiro de 2018
telemedicina-blog-1-1200x800.jpg

A empresa norte-americana de Telemedicina Teladoc revela ser potencialmente otimista em relação ao avanço da atuação médica virtual neste ano em seu país, de acordo com artigo publicado em pdf e disponível para download aqui: Teladoc Virtual Healthcare 2018

Nós, da Brasil Telemedicina, resumimos parte deste material para que você fique, também, por dentro deste mercado inovador, do qual fazemos parte no Brasil como sendo a empresa que mais avança no setor. Confira, abaixo, as 8 previsões da Teladoc:

  1. Telemedicina cresce e é poderosa. Ignore os negativos: a transformação da saúde está realmente ocorrendo. A chave para a transformação dos cuidados com a saúde é promover o acesso a atendimento de qualidade, conveniente e fácil, por meio da tecnologia virtual.
  2. O consumidor aumenta as expectativas com a Telemedicina e a enxerga como uma boa opção nos cuidados com a saúde. A oferta de atendimento vem também de empresários da área, uma vez que planos de saúde enfrentam pressões crescentes para a satisfação de membros e contenção de custos.
  3. A utilização da Telemedicina ocupa um lugar central na vida das pessoas à medida que a saúde digital se torna uma tendência. Em suma, o conforto dos consumidores com a saúde online gera uma dependência dessas ferramentas, já que a Telemedicina irá promover o acesso a cuidados com a saúde de qualidade, onde e sempre que o paciente precisar.
  4. A Telemedicina é uma aliada à redução de custos com saúde no país. Diagnosticar e tratar condições crônicas e casos complexos consome cerca de 84% dos dólares da saúde nos EUA.
  5. A saúde mental é parte da conversa e as organizações estão interessadas. As questões de saúde mental estão custando às empresas americanas cerca de US$ 23 bilhões por ano em absenteísmo. As organizações reconhecem que soluções de saúde comportamentais mais substanciais podem melhorar a saúde no local de trabalho.
  6. Os planos de saúde e hospitais abraçam a Telemedicina em escala, à medida que redefinem a experiência do consumidor e se movem em direção a cuidados de saúde baseados em valores. Cerca de 76% dos sistemas de saúde vão implantar a Telemedicina em alguma capacidade até dezembro de 2018.
  7. O atendimento online acelera e a segurança dos dados é alta. Dispositivos como smartphones tornam os dados da saúde portáteis. A prestação de cuidados virtuais e em tempo real é a construção da ponte de comunicação mais forte entre pacientes e profissionais da saúde que já conhecemos.
  8. Inteligência artificial + excelência médica = cuidados de alta qualidade. O mundo está estusiasmado com esta equação.

Se interessou e deseja saber mais? Não deixe de ler o artigo completo e de avançar, assim como a Brasil Telemedicina, neste momento tão especial da saúde, em que a conectividade torna possível gerar uma tecnologia que cuida ativamente das pessoas, seja onde elas estiverem!

Acompanhe as novidades no Facebook

© Brasil Telemedicina Serviços Diagnósticos Ltda - CREMESP 955684